Business

Mais 10 compradores de gás abriram contas em rublos para manter importações – Energia



Mais 10 compradores de gás europeus abriram contas junto do Gazprombank JSC, duplicando o número de clientes que se preparam para pagar em rublos pelo gás russo, depois do país ter exigido que a compra de matéria-prima seja feita na moeda russa.

 

São já 20 as empresas europeias que abriram contas, para poderem efetuar o pagamento do gás russo em rublos, com outros 14 clientes a pedirem a documentação necessária para avançarem com a abertura de contas, segundo adiantou uma fonte próxima do processo à Bloomberg, sem identificar quem são as companhias.

 

Os compradores europeus têm estado em dificuldades nas últimas semanas, a tentar encontrar uma solução para continuar a pagar pelo gás russo, depois de Moscovo ter passado a exigir que estes pagamentos sejam realizados em rublos desde o dia 1 de abril.

 

Para responder às exigências do Kremlin, os clientes precisam abrir duas contas: uma em moeda estrangeira e outra em rublos junto do Gazprombank. Depois da Polónia e da Bulgária terem rejeitado estes termos, garantindo que iriam continuar a pagar em euros, a Gazprom cortou o abastecimento de gás no final de abril.

 

O problema tenderá a agravar-se, à medida que os fornecimentos de gás em abril chegam atingem o prazo de pagamento este mês, com a União Europeia a manter-se inflexível no que toca a este ponto, enquanto Moscovo reitera que fechará a torneira caso o dinheiro não chegue em rublos.

Ainda assim, países fortemente dependents do gás russo, como Itália ou Alemanha, poderão estar a abrir exceções para manter as importações. O primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, adiantou esta semana que as empresas poderão pagar pelo gás em rublos sem quebrarem as sanções.

 

“A maioria das importadores de gás já abriram as suas contas em rublos com a Gazprom”, indicou ontem em conferência de imprensa. Draghi adiantou ainda que o maior importador de gás alemão também já pagou em rublos.

 

Já uma fonte próxima da Gazprom indicou que quatro clientes já pagaram em rublos, o mesmo número do mês passado.





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.