Business

Lisboa com o recuo mais acentuado da Europa. Nos é a única cotada a verde – Bolsa



A bolsa de Lisboa encerrou a sessão desta quinta-feira com o tombo mais expressivo, entre as principais praças da Europa Ocidental. O PSI desvalorizou 2,33%, para os 5655,29 pontos, com apenas uma cotada a verde: a Nos, que acompanhou o bom desempenho das telecom nos índices europeus.

Contudo, a Sonae destoou da tendência do retalho, que foi o setor com a maior subida, avançando mais de 2%. Por cá, as duas retalhistas terminaram a sessão em contraciclo, com a Sonae a ser a empresa que mais caiu, no principal índice português, recuando 5,68%, para 0,9715 euros. Já a Jerónimo Martins, o maior peso pesado do PSI, desceu 1,93%.

O setor energético, o mais representado em Lisboa, também foi responsável pelo tombo desta quinta-feira, com as duas empresas do grupo EDP a desvalorizarem mais de 3%, 3,97% no caso da Renováveis e 3,33% a casa-mãe. Já a Galp cedeu 1,97%, depois de um dia de oscilações no preço do crude que, a esta hora, está a negociar em alta. Greenvolt e REN cedem 2,14% e 1,20% respetivamente.

A Corticeira Amorim também caiu acima da marca dos 3%, caindo 3,14%. Nas papeleiras, a Altri desvalorizou 2,53%, a Navigator cedeu 1,69% e a Semapa recuou 0,61%, sendo a cotada com a queda menos expressiva. Na banca, o BCP perdeu 1,14%. O grupo encerra com os CTT que caiu 1,35% e a Mota-Engil que desvalorizou 1,26%





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.