Sports

«12 milhões? Se não tiver problemas com o ombro, vai valer cada cêntimo» :: zerozero.pt

A época 2021/22 ainda não terminou, mas o Sporting já prepara a temporada que se segue e apresentou o primeiro reforço para 2022/23. O nome promete uns quantos trocadilhos na imprensa nacional: Jeremiah St. Juste é defesa-central, tem 25 anos, é neerlandês e trocou o Mainz pelos leões, num negócio que pode chegar aos 12 milhões de euros.

O valor e o timing da contratação mostram que St.Juste é aposta forte do Sporting e de Rúben Amorim. O defesa estava há meses identificado como um alvo a atacar no mercado de verão e os leões anteciparam-se aos concorrentes (Sevilla, Dortmund, Aston Villa, Monaco, Newcastle e West Ham chegaram a ser falados) para contarem com o defesa que já foi chamado à seleção dos Países Baixos, embora ainda não tenha feito a estreia pela Laranja Mecânica.

Apesar de estar há três épocas na Bundesliga, St. Juste é um nome pouco conhecido em Portugal e só mais recentemente, por ter sido associado ao Sporting, começou a entrar no léxico dos portugueses, mais concretamente dos adeptos leoninos, que estão agora na expectativa para perceber o que pode St. Juste acrescentar à defesa de Rúben Amorim.

Por isso, o zerozero foi saber mais sobre o primeiro reforço do Sporting para 2022/23 e contou com o precioso contributo de Tobias Goldbrunner, diretor de informação do jornal VRM Medien, de Mainz.

Central apresentou-se em inglês ©Sporting CP

«O jogador mais rápido da Bundesliga»

Quando contactámos o jornalista Tobias Goldbrunner, a contrapartida para obtermos resposta às nossas perguntas passava por respondermos a uma só questão: por que razão o Sporting quis tanto contratar Jeremiah St. Juste? A pergunta fez todo o sentido e a resposta mais detalhada está nos parágrafos que se seguem. 

Porquê St. Juste? O neerlandês é o central mais caro da história do Sporting por larga margem e os sinais são evidentes. O novo leão era o grande alvo de Rúben Amorim para o centro da defesa. Esta tem sido a política de contratações do Sporting desde a chegada do técnico que passou pelo Sporting de Braga. Os leões preferem pagar mais do que ir atrás da alternativa. 

A política é evidente, mas dentro de campo o que pode acrescentar o defesa de 25 anos? As respostas de Tobias são promissoras e comprovam que o Sporting pode ter contratado um jogador a ter em conta na próxima época. Afinal, St. Juste é internacional sub-21 pelos Países Baixos, já foi chamado à seleção neerlandesa e era cotado como um dos melhores defesas do campeonato alemão.

Jogou três épocas na Bundesliga ©Getty / DeFodi Images

O cartão de visita é, desde logo, interessante, mas os sportinguistas estarão também interessados em perceber como joga o novo reforço. Comecemos pelo ponto forte: a velocidade. Esse é, desde já, o atributo que levou o nome de St. Juste para outros patamares.

O defesa foi considerado o jogador mais rápido da Bundesliga, isto depois de ter atingido os 36,63 km/h em 2020/21, uma época antes da lesão que o deixou fora dos relvados durante cinco meses na época que se seguiu. Esse estatuto fez com que ganhasse fama também entre os jogadores de FIFA, por ser dos jogadores mais procurados devido à sua rapidez.

Os problemas no ombro, que já obrigaram a duas cirurgias, são, para já, o principal motivo de preocupação dos sportinguistas, no entanto, os pontos fortes superam, na teoria, qualquer tipo de entrave à contratação do defesa neerlandês.

Rúben Amorim procura um jogador que consiga fazer aquilo que Matheus Reis faz à esquerda e St. Juste promete isso mesmo. Mais do que a capacidade defensiva (é forte na antecipação e na leitura dos momentos de entrada para o desarme), impressiona a capacidade ofensiva.

St. Juste é um defesa muito capaz com bola, forte na progressão e que pode fazer a diferença no processo ofensivo numa defesa a três. Por isso, se é daqueles que vai ao Youtube para analisar os novos reforços, não estranhe se vir o novo reforço do Sporting muitas vezes na área adversária.

St. Juste na vitória do Mainz frente ao Bayern Munchen ©Getty /

«Defrontou o Lewandowski e o Haaland e esteve muito bem»

Já aqui falámos das qualidades, mas claro que também há defeitos a assinalar – além da lesão, o risco com que tenta sair com bola, a lembrar um pouco Eduardo Quaresma. Por isso, serão 12 milhões de euros um valor justo pelo neerlandês? 

O jornalista Tobias Goldbrunner não tem dúvidas, até porque, na visão do alemão e dos habituais seguidores da Bundesliga, St. Juste era um dos melhores defesas do campeonato.

«Ele tornou-se rapidamente dos maiores nomes do Mainz. Na época passada esteve muito bem. Ganhou esse rótulo do jogador mais rápido da Bundesliga. Toda a gente falou dele. Foi por isso que o Borussia Dortmund o quis contratar», lembrou.

Foi operado duas vezes ao ombro ©Getty Images

«Neste momento, talvez seja um pouco subestimado devido à lesão sofrida este ano. Só jogou oito jogos, não estava em campo e ninguém falava dele. O problema foi esse. Se perguntarem às pessoas na Alemanha ou pessoas que têm interesse na Bundesliga, vão dizer que o Jeremiah St. Juste é um dos melhores defesas da Bundesliga.»

Para o jornalista do VRM Medien, a adaptação ao campeonato português e ao modelo de jogo de Rúben Amorim não vai ser difícil, bem pelo contrário.

«Ele está habituado a jogar com três defesas. É uma grande vantagem para ele. O treinador do Mainz gosta deste sistema, por isso o Jeremiah teve um grande impacto neste sistema. O futebol ofensivo e agressivo da Bundesliga pode tê-lo ajudado.»

«É um defesa muito bom tecnicamente, sabe como controlar a bola, é rápido, dinâmico, sabe ler o espaço e é bom fisicamente. Tem tudo o que precisa para ser um bom jogador a este nível. A maioria dos jornalistas e olheiros da Bundesliga dizem que ele pode jogar como se fosse um médio e isso é o que faz dele um jogador perigoso. Sabe subir no terreno, ir de área a área e marcar também».

É o defesa-central mais caro da história do Sporting ©Sporting CP

Feitas as apresentações, é importante falar também do «elefante na sala». Irá St. Juste recuperar da lesão que o afetou esta época ou o defesa vai ter dificuldades para voltar ao nível que já mostrou na Eredivisie e na Bundesliga? As dúvidas permanecem, mas fica um alerta para o corpo clínico dos leões.

«A lesão foi um grande problema. Quando teve de ser operado pela segunda vez, as pessoas ficaram a pensar se seria um problema, se podia voltar a estar ao mesmo nível e ficaram algo nervosas com isso. Por isso é que as pessoas dizem que ele vai deixar o Mainz quando o Mainz não precisa dele. Parece mal, mas o Mainz fez uma excelente época sem ele e percebeu que pode viver sem ele. Penso que ficariam melhor com ele, mas conseguiram fazer uma boa época sem ele, por isso não foi um problema.»

«Espero que o Sporting tenha feito uma boa análise médica para ter isto em atenção», completou.

Por fim, a conclusão e a resposta à pergunta: preço justo?

«Por volta dos 12 milhões de euros? Se estiver apto e não tiver problemas com os ombros, tenho a certeza que vai valer cada cêntimo. Vai ser um bom jogador para os objetivos do Sporting. Tenho grande interesse em perceber como vai jogar na Liga dos Campeões. Jogou contra o Bayern e o Dortmund, teve o Lewandowski e o Haaland pela frente e esteve muito bem. É um jogador com talento de Liga dos Campeões. Está preparado para este salto.»



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.