Business

RiR: a Street mais famosa é cada vez mais inclusiva e plural – Meios & Publicidade


A Rock Your Street deste ano aposta (ainda mais) na pluralidade e na diversidade. E isso é bem evidente nos nomes escolhidos para subirem ao palco, mas, também, na animação de rua e no manifesto publicado.

A Rock Street (ou Rock Your Street) sempre foi um dos pontos mais movimentados do Rock in Rio. Seja pela atratividade das casas transformadas em lojas ou pontos de interação com os festivaleiros, seja pelas atuações de rua ou pelo facto de, em cada edição, haver uma cultura, um país convidado.

Mas isto foi antes. Este ano, com o novo posicionamento, mais assertivo, assumido pelo Rock in Rio (RiR), há também uma nova Rock Your Street. Nada de extremo, apenas a diversidade que já era uma imagem de marca da rua mais conhecida de Lisboa (pelo menos durante o evento e de dois em dois anos) foi acentuada e ganhou ainda mais destaque.

Um mundo plural. Um mundo sem barreiras, de qualquer tipo – idade, raça, nacionalidade, geográficas….é esta a visão que, este ano, a RiR e o BNP Paribas, que, pela primeira vez, patrocina o evento, trazem para a Rock Your Street. Como explica Joana Cardoso, PR Manager do Rock in Rio, deixa de ser dedicada a uma cultura especificamente e passa a abraçar todas. “Para trazer, precisamente, esta perspetiva de como todos ficamos mais ricos se, de facto, abraçarmos a pluralidade no seu todo”, ou seja, “abraçarmos todas as culturas, abraçarmos todas as religiões, abraçarmos todas as idades”. Porque isso é algo que tende a “escapar” quando se pensa na pluralidade e, curiosamente, é algo muito presente no RiR: a interação entre diferentes gerações. Não é por acaso que a organização decidiu criar o passe família (pelo preço de dois bilhetes permite a entrada de cinco pessoas: dois adultos, duas crianças e um sénior). Para se ter uma ideia cerca de 40% do público que assiste ao RiR são famílias.

O RiR “é um festival totalmente transversal”, afirma Joana Cardoso, que acrescenta que o mesmo se reflete no cartaz do evento. E se isso acontece “no geral” fica ainda mais evidente no cartaz da Rock Your Street. Joana Cardoso explica que, para conseguir materializar esta visão de pluralidade, a organização teve em consideração tanto a cenografia, como a animação de rua, como a escolha dos artistas em palco. Na cenografia este ano a organização apostou (ainda mais) na cor. “O que nós trazemos são várias casinhas – essa parte permanece igual – cada uma com traços de culturas diferentes, mas todas elas pintadas com cores coloridas e com palavras néon, diferentes que puxam por esta visão da pluralidade”. Um exemplo? Haverá uma casa a dizer “beauty diversity”, que “puxa à beleza que existe na diversidade e nas diferenças”. Haverá outra a remeter para o amor “in love”, a remeter para a harmonia. Basicamente a organização decidiu usar a cenografia e dar-lhe mais um papel, usando expressões que intensifiquem a visão da pluralidade.

Além das casinhas, onde as marcas vão ter as suas ativações, todos os dias haverá animações de rua, diferentes, que “reforçam a pluralidade, ao trazer, para a rua da Rock Your Street, diferentes tipos de mostras culturais”, explica Joana Cardoso. Índia, Brasil, Cabo Verde… houve o cuidado de selecionar diferentes geografias, diferentes culturas, para que a pluralidade assumida pela organização para a Street também estivesse presente no alinhamento musical – quer no cartaz quer nas animações de rua – a par da “world music”.

No palco propriamente dito tudo começa com Portugal. com a nova geração de fadistas. Sara Correia vai dar voz às novas gerações do fado e mostrar que este é um estilo musical que se conseguiu reinventar e renovar. Uma atuação que tem a primazia de mostrar “a pluralidade na tradição, na idade…” e, com isso, “responde de uma forma mais completa ao que é pluralidade”. Um outro exemplo é a junção, no mesmo palco, de Paulo Flores & Prodígio, que junta duas gerações de músicos angolanos e que aproveitam a presença no RiR para apresentar o novo projeto – o Esperança.

Todos os dias são interessantes. Todos os dias apresentam algo novo. Mesmo assim, há nomes que se destacam. É o caso do Omar Souleyman, que vem da Síria e que consegue combinar, de forma magistral, a música tradicional do seu país com um género musical totalmente distante da tradição: a música eletrónica.

BNP Paribas – pluralidade, também na organização

O BNP Paribas é, pela primeira vez, patrocinador oficial do Rock in Rio e mais precisamente da Rock Your Street. Sendo uma instituição bancária virada para o mundo corporativo a sua atuação pode acabar por ser mais desconhecida  do público em geral. No entanto, e como refere Joana Cardoso, a empresa “chegou” ao RiR precisamente através de uma conversa sobre pluralidade e diversidade  e a própria equipa é exemplo disso, já que é bastante plural e abarca diversas nacionalidades (77 para ser mais precisa).

Na verdade houve um verdadeiro “match” entre a mensagem que a Rock Your Street pretende transmitir e os valores do banco. Algo que se notou aquando da conferência “Palco para Todos”, onde Luciana Peres, Diretora de Responsabilidade Social Corporativa, Diversidade e Inclusão do BNP Paribas Portugal, afirmou que “a diversidade e inclusão é um tema chave para o BNP Paribas e um dos nossos valores centrais. A nossa missão é cultivar um ambiente positivo, que encoraje a colaboração e promova uma cultura inclusiva”.

A pluralidade faz parte da génese, do ADN, do BNP. E isso aproximou as duas entidades, dado terem valores e princípios semelhantes. Algo realçado por Fabrice Segui, CEO do BNP Paribas em Portugal, que afirmou que para o banco o projeto é muito mais do que uma parceria. “Faz parte de uma estratégia global do Grupo que tem como foco estar junto dos portugueses, reforçando a nossa profunda relação com o país. Representa a identificação de valores comuns, nomeadamente nos pilares da sustentabilidade, da responsabilidade social, da inclusão e da diversidade. Queremos igualmente marcar a diferença junto dos nossos colaboradores e, por isso, convidámos as nossas equipas a estar presentes e celebrar este momento de alegria e descontração connosco, após dois anos de um contexto sanitário global que levantou muitos e novos desafios.”

A diversidade e a inclusão são, para o BNP, um tema chave, constata Joana Cardoso, e os valores da marca permitiram um “match” entre as duas organizações. “O BNP e o Rock in Rio fomentam o que é o ambiente positivo, encorajam a colaboração e promovem a cultura mais inclusiva”, constata a PR Manager do RiR, que acrescenta que é uma marca que tem um papel muito ativo e que, através do  patrocínio ao Rock in Rio tem a oportunidade de passar para o público em geral os seus valores e ações.

Além do BNP Paribas também a ibis se decidiu juntar à Rock Your Street. Uma parceria que vem no seguimento da posição da marca em relação à música, onde o programa ibis Music liga pessoas, ideias e culturas e, simultaneamente, fortalece a assinatura da marca ibis “We are open”. Sobre a parceria com o RiR Laura Alves, Brand Marketing Manager das marcas Eco e Super-Eco em Portugal e Espanha, refere que “na ibis, acreditamos que as viagens, a hospitalidade e a música são indissociáveis, pelo poder que têm de conectar e mobilizar as pessoas e de promover uma postura de união, abertura e inclusão. Este ano, celebramos estes valores centrais da marca com o Rock in Rio Lisboa, promovendo e inspirando a descoberta musical”.

Manifesto Rock Your Street

Já viajámos muito. Já trouxemos para a Cidade do Rock ritmos e culturas de diferentes partes do mundo.

Andámos por África, partes da Europa, Ásia e regiões das Américas.

Já nos colorimos de mil e uma cores. Já nos pintámos de diferentes etnias.

Já dançámos ao som de atabaques, metais e gaitas de foles.

Hoje, estamos mais ricos por conta dessas diferenças.

Não importa a idade, o género, a raça, o credo, a origem.

O mundo que queremos não se rotula em branco ou preto. Nem se esgota nas cores do arco-íris.

O mundo que queremos é mais. Porque é feito da soma de tudo o que somos.

Agora, é hora de abrimos os braços para abraçar o mundo inteiro.

Um mundo plural, diverso, que vai além-fronteiras.

Um mundo que nasce da essência, da paixão, da visão e da ação de cada um de nós.

Um mundo de todos e para todos.

Respeito. Acolhimento. Empatia. Compaixão. Escolhas. Coragem. Atitude.

Bem-vindo a este mundo real, sem filtros, sem máscara, que reconhece a beleza que existe nas diferenças, que anda de mãos dadas com todas as cores e que é feito de todos os sonhos.

Este é o mundo que queremos. E você?

Rock Your Street.

* conteúdo Rock in Rio

 

 





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.