Business

75 anos depois, antiga Alitalia descola das mãos do Estado italiano até final de junho – Turismo & Lazer



O Governo italiano pretende vender a companhia de bandeira ITA Airways até o ultimate de junho, depois de serem apresentadas as ofertas vinculativas até 23 de maio, segundo as declarações do ministro da Economia, Daniele Franco, proferidas esta terça-feira diante do parlamento romano e citadas pela Reuters.

 

Itália vai privatizar a ITA, mantendo o Estado apenas uma participação minoritária no capital da companhia aérea. Até ao momento, existem três interessados na empresa, de acordo com a informação prestada por Daniele Franco, quando questionado pelos deputados romanos.

 

A lista de interessados é composta pela MSC, ao lado da alemã Lufthansa, pelo fundo norte-americano Certares em cooperação com a Delta e a Air France e pelo investidor Indigo Companions.

 

Para o braço direito de Mario Draghi para a pasta da Economia, “a prioridade é que o comprador desta fatia de 51% do capital seja um player europeu”.

 

A ITA começou a voar em outubro, depois de substituir a transportadora italiana Alitalia, que ao ultimate de 75 anos findou a atividade, depois de anos de tentativas fracassadas de resgate.

 

Caso a venda se concretize, Roma perderá uma participação maioritária no capital da companhia, mas também aliviará a carga sobre a despesa do Estado. O Governo italiano e Bruxelas concordaram em injetar até 1,35 mil milhões de euros na companhia até 2023.





Supply hyperlink

Leave a Reply

Your email address will not be published.