Sports

″Os meus ossos devem estar a ficar moles″

Redação

Após a vitória dramática do Everton sobre o Newcastle, graças a um golo de Iwobi aos 90+9, Frank Lampard, treinador toffee, revelou ter partido a mão enquanto festejava

Em declaração à Amazon Prime Sport, Lampard confessou ter partido a mão no momento dos festejos efusivos que se seguiram ao golo da vitória da equipa de Liverpool.

“Os meus ossos devem estar a ficar moles, não me lembro do momento. Foi uma noite fantástica e nós precisávamos de uma noite assim. [Houve] espírito e sentimento coletivo, os jogadores juntaram-se hoje. Não era uma noite onde chegava ter qualidade e calma. [A vitória] Significava tanto para o estádio que sentimos todos que devíamos usar a atmosfera [para nossa vantagem]”, começou por dizer o inglês.

“Os adeptos do Everton queriam ver paixão. Provámos aquilo que conseguíamos ser esta noite. Vermelho de Allan? Eu não penso que tenha merecido um cartão vermelho. Merecia amarelo, sim, era um amarelo avermelhado? Possivelmente, mas não existe uma intenção clara. Foi uma decisão errada e perdemos o Allan durante três jogos”, apontou ainda Frank Lampard, acerca da expulsão do médio brasileiro aos 83 minutos.

Com a vitória, o Everton ganhou um novo fôlego na fuga à zona de despromoção da Premier League, passando a somar 25 pontos, mais três do que o primeiro emblema na zona vermelha, o Watford (que tem mais dois jogos disputados).



Supply hyperlink

Leave a Reply

Your email address will not be published.