Politics

“Putin quer que a NATO entre na guerra” – Mundo

Mísseis russos destruíram base militar ucraniana a escassos 19 km da Polónia, país membro da NATO. Paulo Batista Ramos, professor de Relações Internacionais, acredita que foi “uma provocação ao Ocidente”.

A entrada da NATO na guerra da Ucrânia ficou mais próxima hoje de manhã, após um ataque russo em que foram lançados 30 mísseis cruzeiro contra uma base militar ucraniana, através da qual o país está a receber equipamento militar, muito perto da fronteira com a Polónia, membro da NATO.   



Supply hyperlink

Leave a Reply

Your email address will not be published.