News

Os invisíveis, ou a via dolorosa dos trabalhadores precários | Crítica

As palavras do encarregado são claras: estas candidatas enviadas por agências estão numa fábrica de processamento de carnes, vão trabalhar 14 dias, durante a noite, na limpeza das instalações, incluindo aquela esquálida sala de convívio que é também espaço de cargas e descargas. Está dado o mote e Além da Dor, com palavras simples e claras e um ror de não-ditos, inicia a criação de um fresco sobre a through dolorosa dos trabalhadores precários.

Supply hyperlink

Leave a Reply

Your email address will not be published.