Politics

“Há muita gente a morrer na minha terra”, lamenta médico ucraniano a salvar vidas na fronteira – Guerra na Ucrânia

O ar é sofrido, o sorriso largo. Yedanac Vasyl é médico ucraniano, mas está neste momento a trabalhar num hospital polaco. Não pode regressar ao seu país – teria de ficar para combater – por isso ajuda os refugiados deste lado da fronteira. “Faço mais falta aqui, do que do outro lado. E continuo a ajudar o meu país e a salvar vidas”, diz.



Supply hyperlink

Leave a Reply

Your email address will not be published.